• IEVY

OS SONHOS DE DEUS | Pr. Hélio Veríssimo

José disse a seus irmãos: “Ouçam o sonho que tive” (Gênesis 37.6)


José foi um jovem que, aos 17 anos de idade, teve os sonhos de Deus. Por causa desses sonhos, sua vida deu uma reviravolta. Depois de acontecimentos ruins em sua vida, como traição, calúnia, tentação, abandono e ser preso injustamente, aos 30 anos se tornou governador do Egito e foi o redentor da sua família.

As adversidades frustram a realização dos sonhos, como problemas, tentações, as decepções e as dificuldades que aparecem na vida. Podemos aprender muito com José sobre princípios, valores e atitudes enquanto o sonho não é concretizado:

1. CONFIANÇA TOTAL EM DEUS

José sempre se manteve firme em sua fé em Deus. Os princípios e valores estavam guardados em seu coração. Ele declarava a todas as pessoas que Deus dirigia e governava seus passos. Diante da tentação da mulher de Potifar, Chefe da Guarda de Faraó, existia temor: “Não posso pecar contra Deus.” (Gn 39.9). Diante de Faraó existia a dependência de Deus: “Isso não depende de mim, mas Deus dará ao Faraó uma resposta favorável.” (Gn 41.16). Diante de seus irmãos, ele diz quatro vezes: “Deus me enviou adiante de vocês; Deus me enviou a frente de vocês; não foram vocês que me mandaram para cá, e sim o próprio Deus; Deus me fez senhor de todo o Egito.” (Gn 45.5-9).

Essa confiança é revelada em tempos de adversidades. À medida que as experiências surgem, a confiança em Deus aumenta. Foi assim com os profetas. Foi assim com os discípulos de Jesus. É assim conosco também. Mesmo que o sonho esteja demorando, precisamos confiar que a nossa vida está nas mãos de Deus. “Confie no Senhor de todo o teu coração e não se apoie em seu próprio entendimento.” (Pv 3.5).

2. CONTINUE TRABALHANDO PARA O SENHOR

Enquanto o sonho não se realizava, José continuava trabalhando com excelência. Foi ótimo escravo, excelente administrador, mordomo fiel, e governador íntegro. Trabalhou intensamente até ver sua família salva da fome e protegida da morte. Os nossos sonhos só serão concretizados se estiverem alinhados com os de Deus. Infelizmente, muitas pessoas foram chamadas por Deus, sonharam em servir em alguma coisa e, por causa de frustração ou decepção, estacionaram nos propósitos de Deus. Ele está nos chamando para alinhar os sonhos Dele com os nossos. Se cuidarmos das coisas do Reino, Ele cuidará das nossas necessidades. Disse Jesus: “Estejam prontos para servir, e conservem acesas suas candeias, como aqueles que esperam seu senhor voltar de um banquete de casamento; para que quando ele chegar e bater, possam abrir-lhe a porta imediatamente.” (Lc 12.35 e 36).

3. RESOLVER AS PENDÊNCIAS

José nos ensina que, mesmo nas piores adversidades da vida -- inveja, ódio dos irmãos, sofrimento, abandono, mentira, calunia, indiferença --, é possível amar os indignos do nosso amor. Tem muita gente trancada para Deus por causa de pessoas. Pessoas que se tornaram insensíveis, amargas, perderam o bom humor, a capacidade de perdoar, de demonstrar amor, carinho, afeto. Do que adianta realizar o sonho e ter pendência pelo caminho. José já tinha visto seu pai Jacó resolver um conflito com seu tio Esaú que durou dezenas de anos. Jacó sabia que não adiantava ser abençoado por Deus em tudo, e ter pendências do passado, de que sua consciência o acusava: “Se alguém afirmar: Eu amo a Deus, mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. Ele nos deu este mandamento. Quem ama a Deus, ame também seu irmão.” (1 Jo 4.20-21)

Concluindo, leitores, na caminhada da vida, somos feridos e ferimos pessoas. Perdoar é não deixar o passado nos consumir. Em sua passagem pela terra Jesus foi humilhado, traído, esquecido pelos pais, negado, mas não endureceu o coração, e nos ensinou que é possível amar aqueles que não são dignos do nosso amor. José confiou, testemunhou e serviu a Deus por toda sua vida, apagou as pendências, perdoou seus irmãos e foi redentor de sua família. O propósito de Deus foi estabelecido.

Portanto, leitores, não permitam que as adversidades matem os sonhos e os propósitos de Deus para sua vida. Se já está morto, Deus ressuscita, pois os sonhos Dele jamais vão morrer!

Que Deus assim nos abençoe.


Pr. Hélio Veríssimo

NOTA: Mensagem pregada pelo em 27.10.19 na IEVY.

17 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

IEVY | IGREJA EVANGÉLICA DE VILA YARA

R. Benedito Américo de Oliveira, 36

Vila Yara, Osasco - SP - CEP 06028-080

CNPJ: 47.357.454/0001-88

REDES SOCIAIS

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LOGOWHATS

NOSSOS CULTOS:​

Quinta-feira - 20h
Domingo - 10h30 / 19h

CONTATO

contato@ievy.org.br


Tel: (11) 3682-1484

DEIXE SUA MENSAGEM

2020 | IEVY | IGREJA EVANGÉLICA DE VILA YARA