• IEVY

OS VALES SÃO MOMENTÂNEOS | Pr. Clóvis Delgado

Ao passarem pelo vale de Baca, fazem dele um lugar de fontes; as chuvas de outono também o enchem de cisternas”. (Salmo 84.6)


Encontramos neste salmo muitos motivos de louvar a Deus. Foram apresentados pelo salmista enquanto relatava sua experiência de peregrinação. A Palavra do Senhor é viva e atual. É para os nossos dias. Como o salmista, temos motivos de louvar ao Senhor na nossa peregrinação pela terra.

Esta Pastoral baseia-se na sequência da mensagem sobre o Salmo 84. No domingo 8 de março, preguei baseado na primeira parte do Salmo, vs.1 a 4. No domingo 29 de março, eu me baseio a mensagem nos vs.5 a 8.

Nos vs.1 a 4, o salmista fala de seu desejo íntimo de estar na presença do Deus. Nos vs.5 a 8, afirmo que os vales, embora difíceis de atravessar, não são duradouros.

É o relato do salmista sobre sua experiência da busca na presença do Senhor, da dificuldade do caminho. Dali retirou a força para continuar sua peregrinação e chegar ao local desejado. Ele mostra este caminho de peregrinação até a presença de Deus.

Um dos aspectos da caminhada de quem busca a Deus verdadeiramente é a felicidade de estar indo ao encontro com o Eterno. No v.5, ele expressa: “Como são felizes os que são peregrinos de coração”. O salmista reconhece a alegria e a felicidade dos que iam até Jerusalém para prestar culto ao Senhor.

Essa mesma felicidade precisa estar no meu e no seu coração quando cultuamos a Deus, o Senhor.

Independentemente se hoje estamos congregando presencialmente ou pela Internet, o que importa é a busca pelo Eterno. Não é o local físico que define nosso culto, mas sim o coração peregrino que vai a busca do Pai. Devemos fazer isso com o coração tranquilo de que é Ele quem nos chama para esse encontro e que Ele está no controle de todas as coisas. Nós também como peregrinos, temos como proposito desfrutar da comunhão diária e constante com Deus.

Nesta peregrinação em direção a Deus, nosso coração precisa estar voltado inteiramente para esse propósito e com a certeza de que Ele nos espera nesse encontro de bênção.

Quando estamos nesta peregrinação temos muitos desafios. No v. 6, o salmista diz das dificuldades do caminho. Ele cita o vale de Baca, lugar árido e difícil, no qual Deus se faz presente: “ao passarem pelo vale de Baca, fazem dele um lugar de fontes; as chuvas de outono também o enchem de cisternas” (v.6). Na peregrinação encontramos muitos obstáculos: o desânimo, o cansaço, os perigos do caminho, os ataques dos inimigos.

O salmista diz que os peregrinos buscam forças no Senhor. O mesmo deve acontecer conosco. Diante de tantos obstáculos, busquemos sempre a força em Deus. Essa força transforma nosso caminho e nele encontramos fontes de agua pura, renovo para nossa peregrinação. O vale de Baca não é para a vida toda. Ele tem um limite no tempo.

O mesmo acontece no Salmo 23, quando Davi fala do “vale da sombra da morte”; mas o Senhor está ali para nos socorrer nessa hora difícil.

Queridos, diante dos vales que cada um de nós passa, devemos buscar forças no Senhor para a travessia. Um dia, a nossa peregrinação aqui vai terminar. Por mais difícil que seja e, quando isso acontecer, estaremos eternamente junto do Pai. Chegaremos à Jerusalém Celestial.

Queridos, Jesus tem se manifestado diariamente em nossas vidas. É Ele quem nos ajuda a passar pelos vales áridos da vida. Minha palavra para você hoje é “não desista!”. Esforce-se. Busque a força no Senhor.

Nosso foco é Deus. É Ele quem nos acompanha nesta peregrinação. O Senhor é a fonte de todo renovo. De “força em força” caminhamos para o alvo, a comunhão com Deus.

Encerrando, o v.8 nos orienta à oração. A oração é o que nos fortalece e nos dá comunhão diária.

Que você possa ter alegria na sua peregrinação; ter as suas forças renovadas. Que você esteja diariamente em oração junto ao Pai. Que o seu caminho de peregrinação seja abençoado.

Que Deus assim nos abençoe.

Pr. Clovis Delgado.

NOTA: Mensagem pregada no culto da manhã do domingo, 29.3, na IEVY.

21 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

A DOUTRINA DA RESSURREIÇÃO

“Pois o que primeiramente lhes transmiti foi o que recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia.” (vs. 3,4 - 1 Co 15:1-4; 12-19; 3

IEVY | IGREJA EVANGÉLICA DE VILA YARA

R. Benedito Américo de Oliveira, 36

Vila Yara, Osasco - SP - CEP 06028-080

CNPJ: 47.357.454/0001-88

REDES SOCIAIS

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LOGOWHATS

NOSSOS CULTOS:​

Quinta-feira - 20h
Domingo - 10h30 / 19h

CONTATO

contato@ievy.org.br


Tel: (11) 3682-1484

DEIXE SUA MENSAGEM

2020 | IEVY | IGREJA EVANGÉLICA DE VILA YARA