• IEVY

DEUS NOS CHAMA PARA CORRERMOS VELOZMENTE

Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com os cavalos? Se tão-somente numa terra de paz estás confiado, como farás na enchente do Jordão”? (Jeremias 12.5).


No meu dia a dia, sempre gostei de ter tempo para leituras e reflexões. Tenho o hábito de ler mais de um assunto ao mesmo tempo.

Neste momento estou lendo sobre ORAÇÃO. Na leitura bíblica estou em Jeremias. Para acompanhar a leitura de Jeremias, estou usando o livro de Eugene Peterson, intitulado CORRA COM OS CAVALOS. Esta leitura motivou a mensagem de domingo passado e esta pastoral.

O versículo base desta reflexão é a resposta de Deus ao questionamento de Jeremias, no inicio do capítulo 12. A bíblia mostra muitas pessoas questionando a Deus por diversas questões.

Temos Asafe no Salmo 73. Habacuque, em Hc 1.2 e 3, questionando Deus: “Até quando, Senhor, terei de pedir socorro?”. Conosco não é diferente. Temos muitos questionamentos sobre muitas coisas. Sempre estamos perguntando: “Por que, por que?”.

Analisando nossa vida, olhamos ao nosso redor os fatos que marcam o nosso cotidiano, os principais acontecimentos que foram destaques na mídia e perguntamos: Por que foi assim? Por que não foi diferente? Por que Deus não viu ou não está vendo o que está acontecendo?

Parece que Davi ao escrever o Salmo 37, já está respondendo nossos questionamentos e nos aconselhando a depositarmos nossa confiança em Deus, porque Ele tem todas as respostas que precisamos.

Neste mundo marcado por injustiças é que Deus nos chama a vivermos em confronto com o pecado, nas luta contra as mazelas, que não aceita o que se opõe à moral do evangelho e da santidade. Para vivermos o evangelho que Jesus nos propõe implica, na maioria das vezes, sermos rejeitados, desprezados, oposições e, muitas vezes, entre pessoas que amamos.

Aprendemos com Jeremias a respeito de situações como as descritas anteriormente. Jeremias foi um profeta que passou por muitas crises em seu ministério, por lutas e rejeições, mas foi um homem totalmente aprovado por Deus. Ele era filho do sacerdote Hilquias; nasceu em Anatote. Foi chamado ao ministério aos 16 anos e profetizou por 40 anos. Sua vida sempre foi dedicada ao Senhor e seu ministério inteiram