• IEVY

FAZENDO A COISA ERRADA PENSANDO ESTAR FAZENDO A COISA CERTA | Ev. Thiago Passos

“Certa ocasião, um perito na lei levantou-se para pôr Jesus à prova e lhe perguntou: “Mestre, o que preciso fazer para herdar a vida eterna”?” (Lucas 10.25).

O texto fala que um homem que teve a intensão de por Jesus à prova. É provável que Jesus estivesse compartilhando importantes ensinamentos para um grupo de pessoas sentadas ao seu redor. Jesus não desperdiçava a oportunidade para falar do Reino de Deus ou dos céus. Pela pergunta que o homem fez, é muito provável que Jesus estava falando sobre o Reino dos céus. Na época, era comum as pessoas participarem do sermão com apartes. Isso poderia ocorrer com comentários, objeções e perguntas. Essas interrupções não acontecem em nossos dias durante a pregação. Pode acontecer em palestra ou aulas na EBD, quando há espaço para participação. O homem perito na Lei ficou em pé para perguntar. A bíblia revela a sua intenção, a de colocar Jesus à prova. Não se tratava de qualquer homem; era um perito na lei.

Esse é um texto muito usado para falar de caridade, por conta da ação do bom samaritano. Será que o texto está falando mesmo sobre caridade? Analisando os elementos do texto, constatamos que se trata de redenção.

É provável que Jesus estivesse falando sobre o Reino dos céus e de salvação. A pergunta do perito na Lei nos permite essa interpretação. Ele não queria uma resposta, ele queria por Jesus à prova. Então ele perguntou: "Mestre, o que preciso fazer para herdar a vida eterna?". Ou seja, “o que eu preciso fazer para ser salvo?”. De forma sábia, Jesus respondeu fazendo perguntas: "O que está escrito na Lei?”; "Como você a lê?". Ele respondeu: "Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento’ e ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’".Disse Jesus: "Você respondeu corretamente. Faça isso, e viverá". Jesus inverte o jogo e coloca o perito à prova “Faça isso, e viverá". Se for isso que você tem que fazer, então faça! Na condição de perito na Lei, ele sabia que era impossível cumprir toda a Lei. Sabe aquele momento que alguém se levanta para afrontar e você ouve a pessoa, e diz: “Você está certa”, usando as próprias palavras dela. Já dizia a vovó: “Quando um não quer, dois não brigam!”. Normalmente a pessoa fica desconsertada e tenta se justificar. Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: "E quem é o meu próximo?". É como se ele estivesse dizendo: Eu conheço a teoria, mas a pratica, como funciona? Em resposta, Jesus conta a parábola do bom samaritano. Com a parábola, Jesus está respondendo que o próximo é todo aquele que precisa de mim e de você, ainda que seja inimigo.

A história fala de um homem que descia de Jerusalém para Jericó. O homem foi surpreen