• IEVY

NOS APRESENTANDO DIANTE DE DEUS | Pr. Elbem Sardinha

“Senhor, meu coração não é orgulhoso, e meus olhos não são arrogantes. Não me envolvo com questões grandiosas ou maravilhosas demais para minha compreensão”. Sl 131.1

O Salmo 131, escrito por Davi, é parte deste conjunto de salmos (120 a 134) chamados Cânticos de Subida ou Cânticos dos Degraus ou Cânticos de Romagem ou ainda Cântico do Peregrino.

Eles eram cantados por quem foi escravo em terra estranha, foi liberto, mas continua em terra estranha, e almeja a volta a sua pátria. Assim também é o nosso caso: estamos aqui, não somos daqui, estamos em viagem, em peregrinação e almejamos chegar logo na pátria celestial, na Nova Jerusalém. Estes salmos trazem em si o lamento, a expressão de dor de quem está peregrinando.

Os diferentes nomes podem ter originado de três contextos distintos: a)- alguns interpretes alegam que se referem aos degraus que ligavam o átrio das mulheres ao átrio dos homens; b)-para outros interpretes era a caminhada dos cativos a caminho de Jerusalém, vindos da Babilônia. c)- e temos ainda a possibilidade de se referirem aos peregrinos que vinham à Jerusalém nas três festas anuais, a saber, festa da Páscoa, Pentecostes, e dos Tabernáculos, e faziam uma longa caminhada até chegarem ao destino.

Posteriormente foram usados na liturgia judaica como um grupo de cânticos entoados nas festividades religiosas.

De qualquer forma este conjunto de salmos ( 120 a 134 ) diz muito de perto ao nosso coração pois expressam também a nossa condição enquanto aqui estivermos.

Nós também, como os peregrinos, vivemos em um contexto de lamento: a)- lamento pelo pecado,

b)- lamento pelas tentações, c)- lamento por cometer muitas vezes atos que desagradam a Deus, d)- lamento por estarmos em peregrinação rumo a Canaã Celestial, rumo a Nova Jerusalém e sofrermos perseguições. A Bíblia, em alguns contextos nos chama de Peregrinos, como é o caso de 1º Pe 2.11. A Carta aos Hebreus dá o roteiro desta peregrinação e nos ensina como devemos caminhar esta jornada, basta olharmos em Hb 12.1,2.

E com essa confissão, aprendemos com Davi como nos portar diante de situações conflituosas e adversas.

Como os peregrinos deveriam se achegar a Deus em Jerusalém? Como nós, devemos nos achegar diante de Deus? O Salmo 131 nos oferece uma resposta simples e clara, que podemos dividir de acordo com os seus 3 versículos. Nesse Salmo 131 Davi faz declarações profundas:

Primeiramente fala de como ele não é, ou seja, não é soberbo, e nem tem o olhar altivo, e que não anda a procura de coisas grandes ou maravilhosas.

Em seguida, ele declara ser o oposto disto, dizendo que fez calar e sossegar sua alma, como uma criança desmamada nos braços da mãe. E finalmente, ele diz e exorta Israel a esperar no Senhor. A única esperança de Davi era a pessoa de Deus.

Portanto, meus queridos, neste Salmo, pequeno, é verdade, mas com declarações profundas para a pessoa de Deus, aprendemos com Davi a buscarmos estas verdades para a nossa vida.

Pelos menos três lições importantes este salmo nos ensina, a saber:


1)Precisamos ter o nosso coração humilde para com Deus e para com as pessoas.

É por isso que ele declara no verso 1: “Senhor, o meu coração não é orgulhoso e os meus olhos não são arrogantes. Não me envolvo com coisas grandiosas nem maravilhosas demais para mim”.


2)Precisamos ser gratos e tranquilos com o que temos e somos.

Davi declara isso no verso 2: “De fato, acalmei e tranquilizei a minha alma. Sou como uma criança recém-amamentada por sua mãe; a minha alma é como essa criança”.


3)E finalmente, precisamos ter nossa confiança e esperança somente no Senhor.

Davi encerra este Salmo com esta declaração, exortando toda nação de Israel a esperar somente no Senhor.

v.3: “ Ponha a sua esperança no Senhor, ó Israel, desde agora e para sempre”!


Meus queridos, que possamos com o Davi, nos apresentarmos diariamente diante do Pai e das pessoas que convivemos diariamente, com as mesmas características que Davi apresentou diante de Deus.


Que o Eterno nos ajude e nos abençoe.

No Amor do Mestre.

25 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

IEVY | IGREJA EVANGÉLICA DE VILA YARA

R. Benedito Américo de Oliveira, 36

Vila Yara, Osasco - SP - CEP 06028-080

CNPJ: 47.357.454/0001-88

REDES SOCIAIS

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LOGOWHATS

NOSSOS CULTOS:​

Quinta-feira - 20h
Domingo - 10h30 / 19h

CONTATO

contato@ievy.org.br


Tel: (11) 3682-1484

DEIXE SUA MENSAGEM

2020 | IEVY | IGREJA EVANGÉLICA DE VILA YARA