• IEVY

O QUE FAZER NA HORA DO PERIGO | Pr. Ageo Silva

“ Mas, quando reparou no vento, ficou com medo e, começando a afundar, gritou: "Senhor, salva-me!" (Mateus 14.22 a 33 - destaque v.30)

O propósito desta mensagem é afirmar que a solução de nossos problemas, de qualquer natureza, não está na direita, nem na esquerda, nem no centro, mas no Altíssimo, no Deus Eterno!

Uma das posições mais difíceis, hoje, é a do Presidente da República: na reforma da Previdência Social com tantos opositores, que não oferecem alternativa; apenas criticam e são contra porque a reforma vai mexer com vantagens diferenciadas; veja as dificuldades que ele está enfrentando na aprovação do Projeto da Lei anticrimes de autoria do Ministro da Justiça, na articulação com a Câmara de Deputados e com o Senado. ;

Há sempre decisões à nossa frente a serem tomadas no dia a dia: Que roupa vestirei hoje? O que vou fazer para o almoço amanhã? Que caminho vou fazer para chegar lá? (hoje o Waze ajuda...). Há outras decisões em que não se pode vacilar; é necessário agir rapidamente, como, por exemplo, agir para evitar um acidente no trânsito ou na estrada.

Pedro não vacilou: estava afundando no mar e clamou a Jesus: “Senhor, salva-me!”.

Acontecimentos importantes para Jesus no contexto: Jesus ficou sabendo da decapitação de João Batista por ordem de Herodes (vs. 1-12); Jesus teve compaixão da multidão e curou vários enfermos que lhe foram trazidos (v.14); Jesus alimentou essa grande multidão usando cinco pães e dois peixes (vs.15-21).

Jesus despediu Seus discípulos e refugiou-se num lugar no Monte para ficar sozinho e orar ao Pai: Jesus queria derramar Sua alma diante do Pai! (vs.22-23); os discípulos tomaram um barco e começaram a travessia do Mar da Galileia.

De madrugada, Jesus alcançou o barco dos discípulos andando sobre as águas do mar; os discípulos ficaram apavorados e gritaram: “É um fantasma!”. Jesus pediu calma aos discípulos e disse que era Ele mesmo (v.25 a 27);

Pedro - sempre o Pedro! - pediu permissão para Jesus para ir ao encontro dEle andando sobre as águas... Jesus o permitiu (v.28 e 29). Pedro saiu do barco e caminhou sobre as águas do mar por alguns metros (v.29).