• IEVY

PRATICAR OS ENSINAMENTOS DE JESUS NOS FAZ FELIZES!

Agora que vocês sabem estas coisas, felizes serão se as praticarem". Jo 13.17

O capítulo 13 do Evangelho de João nos remete a um dos ensinamentos mais maravilhosos de Jesus, sobre como deve ser o nosso procedimento e ações, no dia a dia, em relação ao nosso próximo.

No episódio de João 13, Jesus estava recolhido com Seus discípulos em um momento de singular particularidade e de intimidade. Foi nesse cenário que uma das mais belas lições de vida aconteceu.

A base deste ensino de Jesus está relacionada ao amor. Vemos esta declaração no final do verso 1, que diz “os amou até o fim”. O amor de Jesus pelos Seus discípulos é incondicional e “até o fim”. É o mesmo amor que Ele tem por mim e por você, Quando Jesus se reuniu com os Seus discípulos, Ele sabia que esse “fim” era a cruz.

Jesus é conhecedor de todas as coisas. Por isso, conhecia a intenção do coração de cada um deles, assim como conhece a intenção e motivação que cada um de nós temos em relação à pessoa dEle e ao Seu reino.

Jesus sabia dos desejos de cada um, de suas disputas, da intenção de alcançarem posições de destaque e reconhecimento humanos, mas, mesmo assim, Ele os “amou até o fim”.

Queridos, hoje nós somos discípulos de Jesus, e esse mesmo amor “até o fim” é o amor com que Ele nos ama. Jesus também conhece as intenções de nossos corações, as motivações, os desejos e a mesma lição ensinada aos discípulos da época, se faz presente hoje.

Jesus deseja que venhamos a aprender e praticar o que Ele ensinou naquela reunião. Ele fez algo simplesmente atordoante a cada um deles. Como Mestre, quebrou o protocolo, a regra conhecida e praticada. Jesus inverteu o conceito. Ao invés de ser servido, o que era esperado e compreendido como certo, Jesus simplesmente se colocou na posição de servo e os serviu. Jesus pegou uma bacia, uma toalha e lavou os pés de Seus discípulos.

Aqui podemos tirar algumas lições preciosas, a saber:

1) JESUS ENSINOU SOBRE A PROFUNDIDADE DE SEU AMOR PELOS DISCÍPULOS E POR NÓS

O amor de Jesus se baseia na Sua renúncia em favor de cada um de nós. Ele deixou a Sua glória, se humilhou e se entregou na cruz para que eu e você pudéssemos ter vida abundante e eterna junto dEle. O amor de Jesus foi e continua sendo a base de tudo em nossa vida.

Queridos, ao compartilharmos o evangelho com o nosso próximo, nossa motivação deve ser baseada no amor, nesse amor que Jesus tem por mim e por você.

2) JESUS NOS ENSINOU SOBRE HUMILDADE E SERVIÇO.

Jesus como mestre não precisava fazer o que fez. Mas, por saber com clareza sua posição e identidade junto ao Pai, Ele simplesmente os serviu. Jesus aqui está ensinando que não são as posições de destaque que nos fazem ser o que somos, mas sim nossa posição junto dEle.

Quando sabemos quem somos em Cristo, o nosso amor pelo outro e a busca do bem-estar do nosso próximo estão acima de tudo.

Queridos, quando sabemos quem somos no Reino de Deus, não necessitamos pleitear nenhuma posição de destaque para sermos reconhecidos. Precisamos ser vistos e reconhecidos pelo Pai. E o caminho é o amor, o mesmo amor ensinado, vivido e praticado por Jesus.

Humilde é aquele que sabe quem é em Cristo Jesus e se dispõe a servir.

3) JESUS DEU EXEMPLO PRÁTICO DA IMPORTÂNCIA DO SERVIR NO LAVAR OS PÉS DE SEUS DISCÍPULOS.

Pedro era mais impulsivo e, de imediato, não aceitou que Jesus lavasse seus pés. Mas, quando Jesus disse que se ele não permitisse isso, não teria parte com Ele, Pedro vai de um extremo ao outro, declarando que não somente seus pés, mas as mãos e a cabeça ( v. 6 a 9).

Jesus, então, os ensinou sobre este ato de amor, humildade e serviço para com o próximo, e, ao finalizar, o lava pés. Ele deixou claro que este conceito deveria fazer parte da vida dos discípulos, assim como também de nossas vidas, pois somos Seus discípulos.

Jesus não está instituindo o lava pés como uma cerimônia a ser seguida por nós, mas o conceito do serviço, do amor e da humildade para com o nosso próximo. Isso deve ser praticado em toda e qualquer situação.

Queridos, os tempos de fato são outros. Nossa cultura é outra. Não temos a prática de “lavar os pés”, como era na época dos apóstolos. Eles caminhavam em estradas empoeiradas. As oportunidades para amarmos, servirmos e sermos humildades são as mesmas.

E finalmente, como última lição, Jesus fez isto para que também viéssemos a ser praticantes desse ato de coração.

Da mesma forma que Jesus serviu Seus discípulos, Ele espera que eu e você, que nós como IEVY, motivados pelo amor, venhamos a servir o nosso próximo.

Jesus deixou isso com muita clareza e podemos ver no verso 17: “Agora que vocês sabem estas coisas, felizes serão se as praticarem”.

Meu desejo é que eu e você, como IEVY, em toda nossa extensão e ministérios, possamos servir e amar, da mesma forma que Ele nos serve e nos ama.

Deus nos abençoe nesta tão nobre tarefa.

Pr. Clóvis Delgado.

NOTA: Mensagem pregada no culto da manhã do domingo, 7.4.19, na IEVY.

24 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

IEVY | IGREJA EVANGÉLICA DE VILA YARA

R. Benedito Américo de Oliveira, 36

Vila Yara, Osasco - SP - CEP 06028-080

CNPJ: 47.357.454/0001-88

REDES SOCIAIS

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LOGOWHATS

NOSSOS CULTOS:​

Quinta-feira - 20h
Domingo - 10h30 / 19h

CONTATO

contato@ievy.org.br


Tel: (11) 3682-1484

DEIXE SUA MENSAGEM

2020 | IEVY | IGREJA EVANGÉLICA DE VILA YARA