• IEVY

TRAZENDO À MEMÓRIA O QUE PODE ME DAR ESPERANÇA

“Quero trazer à memória o que me pode dar esperança. As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a sua fidelidade.” (Lamentações de Jeremias 3.21 e 22)

De acordo com o dicionário, a palavra “esperança” é substantivo feminino. Significa “um sentimento de quem vê como possível a realização daquilo que deseja; confiança em coisa boa; fé”. Ter esperança é acreditar que alguma coisa muito desejada pode acontecer.

Esperança é citada em algumas passagens bíblicas. Quero fazer menção de 1 Co 13.13: "Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor.".

Esperança está relacionada à fé de acordo com Hb 11:1: "Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.".

Em Jr 29.11, Deus quer que o Seu povo tenha esperança: "Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês', diz o Senhor, 'planos de fazê-los prosperar e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro."

Esperança que nos move a crer que Deus agirá e determinada situação terá de mudar para melhor.

Como brasileiros, desejamos e temos a esperança de um Brasil melhor, de vida melhor, de família melhor.

Atualmente o Brasil vive momentos de perturbação, de insegurança, de tristeza e de muita incerteza. Como Jeremias disse e creu, nós também dizemos e cremos. “Queremos trazer à memória aquilo que nos dá esperança”. O que nos dá esperança é a pessoa de Jesus Cristo.

Trazemos retrospectiva dos últimos acontecimentos trágicos no Brasil e no mundo. Percebemos a necessidade da esperança em Deus e o desejo de uma situação melhor possa acontecer nisso tudo.

Vejamos alguns fatos ocorridos neste ano, que nos deixaram na expressão do lamento de Jeremias:

1) Morte de 10 adolescentes no alojamento da Base do Flamengo, no Rio;

2) Mais de 350 vidas pereceram com o rompimento da barragem em Brumadinho, MG, entre mortos e desaparecidos;

3) No Colégio Goianense, em Goiânia, aluno de 14 anos matou duas pessoas e feriu muitas outras;

4) Tragédia na Escola Estadual Prof. Raul Brasil, em Suzano, com oito mortos, além dos dois assassinos, sendo cinco alunos, duas funcionárias e, fora da Escola, o tio de um dos assassinos;

5) Na Nova Zelândia, na sexta-feira, 15.3, o atentado em duas Mesquitas muçulmanas, com 49 assassinados brutalmente com arma pesada.

Diante de situações assim, voltamos ao texto de Lm 3.21, ”Quero trazer à memória o que me pode dar esperança”.

Por que o profeta Jeremias lamentava? Jeremias tinha razões de sobra para lamentar! O povo de Israel estava em pecado, Jerusalém foi invadida e Israel foi levado para o cativeiro.

Vejamos o contexto em que Jeremias estava vivendo: Jerusalém fora completamente destruída com a invasão dos assírios; só restaram escombros (Lm 4.5; 5.18). Todos os seus bens foram confiscados (Lm 1.7, 10; 5.2). O templo foi saqueado vergonhosamente e o local, que era considerado sagrado, foi invadido (1.10); palácios e fortalezas foram destruídos (2.5) e o templo foi demolido (2.6); as pessoas foram levadas cativas; a ruína era total.

Diante de situação tão calamitosa, Jeremias lamentou e trouxe à memória o que lhe dava esperança.

Alguns destes fatores foram a sua única esperança. Jeremias entendia que Deus é misericordioso (Lm 3.22, 23a); a Sua fidelidade não tem limites (Lm 3.23b); Deus era o tudo na vida do profeta (Lm 3.24); Deus é bom (Lm 3.25) e a salvação vinha do Senhor (Lm 3.26).

Queridos leitores, talvez você esteja se sentindo como o profeta Jeremias. Talvez você esteja vivendo o contexto de luta e desesperança e de lamentação.

Pode ser que seu lamento seja por situação dentro de sua casa, com sua família, ou no seu trabalho. Pode ser que um diagnóstico médico tenha trazido intranquilidade à sua vida, ou tantas outras coisas que desarmonizaram sua vida, como, por exemplo, situação financeira complicada. Eu não sei o que se passa com você, mas o que sei é que o mesmo Deus de Jeremias é o nosso Deus. O olhar de Jeremias para a sua situação e para Deus deve ser o nosso, olhando para Deus Todo-Poderoso, amoroso e presente em nossas vidas.

Diante disso, quero convidar você a trazer à memória o que Deus já fez em sua vida. Relembre os livramentos que Deus já deu a você. Creia que Ele quer abençoar sua vida e a de sua família, além de ter todo poder.

Se você estiver vivendo um momento assim, mas ao mesmo tempo você crê que Deus pode agir em sua vida, convido você a orar exercendo sua fé e trazendo à memória a pessoa de Deus, que o ama e deseja o melhor em tua vida.

Queridos, somente em Deus temos esperança e a certeza da ação dEle para conosco.

Que o Senhor nos abençoe ricamente.

No amor do Mestre,

Pr. Elbem Sardinha

NOTA: Mensagem pregada no culto da manhã do domingo, 17.3.19, na IEVY.

333 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

IEVY | IGREJA EVANGÉLICA DE VILA YARA

R. Benedito Américo de Oliveira, 36

Vila Yara, Osasco - SP - CEP 06028-080

CNPJ: 47.357.454/0001-88

REDES SOCIAIS

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LOGOWHATS

NOSSOS CULTOS:​

Quinta-feira - 20h
Domingo - 10h30 / 19h

CONTATO

contato@ievy.org.br


Tel: (11) 3682-1484

DEIXE SUA MENSAGEM

2020 | IEVY | IGREJA EVANGÉLICA DE VILA YARA